Como dar mais autonomia aos meus funcionários?

Anteriormente, no artigo “Porque dar mais autonomia para seus funcionários“, entendemos a importância de ter funcionários com mais autonomia em nosso negócio. Apenas para relembrar:

“Dar mais autonomia a uma equipe é importante para ter profissionais mais engajados e movidos a um desenvolvimento continuo. Uma vez que você da liberdade, ele sempre irá buscar surpreender os gestores em suas decisões, demonstrando maturidade e interesse em sua função…”

Contudo, você gestor, pode se perguntar como conseguir dar autonomia para os funcionários da sua ótica, podendo ser um processo um pouco mais complicado para quem ainda não tem essa prática.

O primeiro passo é o reconhecimento do problema, por que seus funcionários não possuem treinamento qualificado (faça a reflexão sugerida no artigo “Porque dar mais autonomia para seus funcionários”)? As raízes deste problema podem partir de 2 lugares:

Funcionário: ele pode não ser qualificado para executar algumas atividades e assumir certas responsabilidades, também pode não ter interesse. Para tal, é necessário que sejam contratados funcionários capazes de serem autônomos ou que tenham interesse em aprender diversas funções, estando aptos a assumirem certas responsabilidades.

Gerente/Patrão: é normal que haja insegurança para repassar certas atividades a outros funcionários, principalmente quando envolvem processos mais complexos. Esse problema pode ser resolvido na contratação, como dito anteriormente ou no treinamento, capacitando seus funcionários a realizarem diversas funções. Também é necessário que o “patrão” se desapegue de algumas responsabilidades e confie em sua equipe, focando seus esforços em questões mais importantes e na gestão da sua ótica.

8 procedimentos para dar mais autonomia aos seus funcionários

1. Mapeie

Faça um mapeamento e descritivo das competências, habilidades, atitudes e funções do cargo de cada profissional. Descreva exatamente cada uma de suas tarefas, as habilidade e atitudes necessários para a execução de cada uma de sua função.

2. Determine funções e tarefas

Determine e descreva como deseja a execução de cada função ou tarefa. Se você tem um procedimento padrão para cada tarefa executada, descreva o seu passo a passo.

3. Defina os lideres e suas responsabilidades

Determine os líderes e os limites de liberdade para a tomada de decisões. Por exemplo, você pode deixar que eles deem descontos especiais em algumas armações, principalmente se elas já estão paradas no estoque da sua ótica a muito tempo, mas de um limite para esse desconto. Você também pode hierarquizar essas reponsabilidades, colocando um gerente de vendas, que será responsável por limitar esses descontos especiais, não sendo necessário a consulta de um superior. Ou seja, determine quem e até onde pode ir.

4. Compartilhe informações

Compartilhe informações para a melhor tomada de decisão. Mantenha seus funcionários atualizados, seja com o cumprimento da meta do mês, sobre o seguimento, a politica ou qualquer informação que ajude a melhorar o desempenho.

5.  Demonstre confiança

Confie em seus profissionais e incentive-os a liderar com atitude e responsabilidade. Demonstre confiança, não confira várias vezes se a tarefa foi efetuada ou fique no pé, você deve confiar e incentivar sempre a melhor competência de cada um deles.

6. Saiba corrigir os erros

Corrija os erros. A cultura punitiva impede a autonomia, com isso, erros devem ser corrigidos e não punidos. Lembre-se: errar é humano, talvez ele só precise da ajuda de uma pessoa mais experiente para melhorar suas ações.

7. Demonstre qual a missão da sua ótica

Guie seus profissionais pela visão, missão e valores da empresa, assim como por seus objetivos e metas. Demonstre a sua equipe qual é o objetivo da empresa, onde ela quer chegar, incluindo a equipe nesta missão.

8. Dê feedbacks

Analise com frequência o desempenho de sua equipe e de os feedbacks. Determine uma periodicidade para realizar análises sobre o desempenho da equipe e para realizar reuniões de feedback. Comente sempre tanto os pontos de melhoria, quanto os acertos da equipe.

Faça uma reflexão, pense e adapte esses 8 procedimentos em seu modelo de negócio. É preciso que os funcionários se sintam mais dispostos a pensar e agir como responsáveis pela empresa e não apenas como empregados que possuem obrigações durante uma jornada de oito horas por dia e que deseja ir embora o mais rápido possível. Para isso, o seu colaborador precisa trabalhar em conjunto com a missão de sua empresa, o que inclui treinamento qualificado, maior confiança e engajamento com seu líder, envolvimento em decisões das tarefas e ações a serem feitas, e segurança no ambiente profissional. Gostou desse post? Deixe seu comentário ai em baixo!

Bianca Boscolo

Sou formada em Administração de Empresas pela UNIP-Campinas, com especialização em Gestão de Pessoas pela FAJ, me considero uma pessoa cheia de energias e apaixonada por uma boa cerveja artesanal. Descobri o segmento ótico em 2011, onde trabalhei em uma ótica por dois anos até ingressar a Optidados. E é com essa energia e experiência que escrevo com grande atenção para o Blog Optidados.

Postagens publicadas: 44