Como Ler Receitas de Forma Simples: Um Guia Essencial para Iniciantes!

Como Ler Receitas de Forma Simples: Um Guia Essencial para Iniciantes!

Se você está ingressando no mercado óptico e as receitas de óculos ainda parecem um mistério, não se preocupe! Este guia descomplicado foi elaborado para transformar esse desafio em uma solução, permitindo que você compreenda completamente a leitura de receitas ópticas e as coloque em prática com segurança na produção de óculos de grau.

Entendendo as Siglas: Um Glossário Necessário

As receitas de óculos possuem uma linguagem universal, e entender as siglas é crucial. Aqui estão algumas delas:

  • OD: Olho Direito
  • OE: Olho Esquerdo
  • ODI: Olhos Direito e Esquerdo
  • AD: Adição
  • DNP ou DP: Distância Pupilar
  • CIL: Cilindro
  • ESF: Esférico
  • VL: Visão de Longe
  • VP: Visão de Perto
  • AV: Acuidade Visual
  • VI: Visão Intermediária

Agora que você conhece as siglas básicas, vamos aprofundar nos campos da receita.

Campo Esférico: Decifrando a Correção das Lentes

O campo esférico, representado por “ESF”, indica o grau de correção das lentes. Se o grau for positivo (por exemplo, “+1,25”), são lentes para visão de perto (VP), corrigindo hipermetropia. Já se for negativo (como “-1,75”), são lentes para visão de longe (VL), corrigindo miopia.

Campo Cilíndrico e Eixo: Combatendo o Astigmatismo

O campo cilíndrico (CIL) indica o grau de astigmatismo, com o sinal negativo (por exemplo “-0,50”) e o eixo, que posiciona a lente. O astigmatismo causa visão embaçada e distorcida.

DNP ou DP: Marcando o Ponto Certo para as Lentes

A Distância Naso-Pupilar (DNP) e Distância Pupilar (DP) são cruciais para posicionar corretamente o grau nos óculos. Medir essas distâncias corretamente é essencial para evitar desconforto ao cliente.

Adição: Quando as Lentes se Tornam Multifocais

Representada por “Ad” na receita, indica lentes multifocais para corrigir presbiopia, comum em pessoas com mais de 40 anos, que têm dificuldade de enxergar de perto.

Prisma: Corrigindo Estrabismo com Precisão

Em algumas receitas, encontramos o termo “Prisma”. Indica o grau de estrabismo ou correção, representado por um triângulo (por exemplo, “OD ∆ 2,00”).

Tipo de Lente: Escolhendo o Melhor para o Cliente

Os médicos geralmente indicam o tipo de lente na receita, mas você pode direcionar e sugerir o melhor tipo para a adaptação e conforto do cliente.

Receitas de Óculos vs. Lentes de Contato: Atente-se às Diferenças

É crucial notar que receitas de óculos e lentes de contato não são iguais. As lentes de contato têm informações adicionais, como curva base e diâmetro, essenciais para uma adaptação adequada.

Compreender as receitas de óculos é fundamental para orientar os clientes nas escolhas certas. Demonstrar conhecimento detalhado proporciona segurança durante uma mudança, representando uma nova receita.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com um amigo que gostaria de saber mais sobre as receitas ópticas.

Orlando Bueno

Sempre buscando referências nas melhores práticas do segmento ótico global e com vivência de 3 décadas no varejo ótico nacional, idealizei a Optidados em 2008, com a missão de oferecer às Óticas do Brasil, inteligência de informação e eficiência de resultados comerciais, através de soluções tecnológicas de ponta. São com essas experiências que escrevo com muito prazer para o Blog da Optidados.

Postagens: 43