Cuidar de uma ótica não é uma tarefa simples. Principalmente se levarmos em consideração todo o conhecimento técnico que você precisa ter.

Uma das maiores dúvidas, que acabam causando dor de cabeça, é:

“Que equipamentos eu preciso ter para que minha ótica tenha um bom funcionamento?”

Isso acontece porque temos diversas opções disponíveis no mercado, dos mais variados preços.

Os equipamentos e ferramentas de ótica possuem o objetivo de potencializar os processos produtivos, desde a venda de um óculos até a realização do pós venda.

Dessa forma, nesse artigo você encontrará uma lista com os equipamentos que consideramos ideais para o bom funcionamento do seu negócio.

(Clique no player para ouvir a narração do nosso post!)

Pupilômetro

O Pupilômetro é um aparelho que serve para tirar as medidas da distância nazopupilar.

Ou seja, ele tira as medidas e centraliza a montagem dos óculos em cada rosto individualmente.

Limpador Ultra-Sônico

Aparelho utilizado para fazer a higienização das armações. Diferente da comum, feita a mão, com ele você terá uma limpeza mais profissional e confiável, evitando possíveis situações constrangedoras.

Lembre-se que as vezes uma armação é provada por diversos clientes. Com esse equipamento eles irão se sentir mais confortáveis com a qualidade de apresentação dos seus produtos.

Ventilete

Ventilete, equipamento para ajuste de armação, aquecendo parte da armação e permitindo assim o seu ajuste.
Ventilete

Se você pretende fazer ajustes de armações na sua ótica (e esse é um serviço básico), então você precisa do Ventilete.

Com esse equipamento você conseguirá aquecer partes específicas da armação com segurança e mais precisão, permitindo assim o seu ajuste.

Sim, é possível realizar esses ajustes de maneira mais “artesanal”, mas as chances de algo inesperado acontecer, como forçar ou esquentar demais a armação, são grandes, fazendo com que você possa perder o produto.

Lensômetro

Lensômetro, equipamento para medição das dioptrias e eixo das lentes oftálmicas.
Lensômetros digital e analógico

Equipamento indispensável, pois é através dele que se fará a medição das dioptrias e eixo das lentes oftálmicas.

Com isso é possível fazer novos óculos repetindo a mesma dioptria ou conferir as lentes que chegam na sua ótica vindas dos laboratórios de surfaçagem.

Existem mais duas formas de usá-lo no momento da venda, tanto para agregar valor como para fidelizar o seu cliente:

  • Agregando valor: se uma pessoa entra na sua ótica, já utilizando um óculos e com uma receita em mãos (independente de já ser seu cliente ou não), você pode abordá-la e leva-la até o equipamento. Após realizar a análise, você conseguirá demonstrar para o consumidor a evolução entre a dioptria do atual óculos dele em comparação com a nova receita (informando o aumento ou redução).
  • Fidelizando o cliente: no momento em que você entregar os óculos ao cliente, você pode leva-lo até o lensômetro e mostrar que a dioptria dos novos óculos estão de acordo com a receita oftálmica. Realizando esta simples ação o cliente se sente ainda mais seguro em comprar na sua ótica.

Chaves e Alicates

Você também não pode deixar de ter um jogo de ferramentas na sua ótica, com chaves de fenda e alicates de diversos formatos e tamanhos.

Essas ferramentas são essências para que você realize ajustes nas armações, tarefa feita diariamente.

Espelhos

Espelho, instrumento que auxilia o consumidor a escolher seus óculos.
Modelo de espelho ideal para o balcão da ótica

É claro que o espelho não podia faltar. Acessório fundamental em todas as óticas, ele deve ser posicionado de maneira estratégica.

O ideal é que você tenha um espelho posicionado perto de todos os pontos onde seu cliente pode provar uma armação.

É importante também que tenha o espelho adequado de acordo com o ambiente. Um espelho menor para as mesas e espelhos maiores nas paredes.

Tracer

O antigo pantógrafo copiador ou corte remoto.

Usando esta ferramenta, a ótica não só irá agilizar o pedido como também terá lentes mais apropriadas para a armação escolhida, vista que as mesmas serão confeccionadas no diâmetro da armação escaneada e enviada para o laboratório.

Furadeiras

Para realizar trabalhos gerais na ótica e laboratório tais como, furações – em lentes para armações 3 peças ou ballgriff -, desbastes – tornar menos espesso ou grosso – cortes e polimentos.

Verificador de multifocal

Pal-Id, equipamento identificador de marcações de lentes oftálmicas

Equipamento identificador de marcações de lentes oftálmicas.

Imagine que entre um cliente novo na sua ótica e será a primeira vez que você irá trabalhar com ele. Ele diz que precisa fazer outro óculos e apresenta o atual.

Com o verificador de multifocal você saberá dizer a qualidade e o tipo da lente que ele está usando.

Dessa forma, é possível informar se a lente tem uma qualidade ruim, padrão ou muito boa e então oferecer outras soluções ou até reproduzir o mesmo produto. Isso transmitirá profissionalismo e irá gerar confiança.

Facetadora

O mercado oferece desde modelos manuais, que requerem bastante habilidade do usuário, até modelos 100% automatizados.

O equipamento manual coloca em risco a qualidade da montagem. Já o automatizado, de nível intermediário, não permite a montagem de todos os óculos. Por sua vez, os modelos mais sofisticados têm um investimento elevado.

Para avaliar qual das versões vale seu investimento é necessário levantar:

  • a quantidade de OS feitas diariamente;
  • o valor do investimento do equipamento de montagem e a depreciação;
  • o custo para terceirizar as OS feitas diariamente;
  • o custo do profissional que irá operar o equipamento de montagem e os encargos trabalhistas.

Máquina para solda

Ideal para soldar as diversas ligas metálicas que compõem as armações de óculos.

Testador de lentes

  • Teste para lentes fotossensíveis: verificação do tratamento fotocromático.
  • Tensiômetro: verificação do nível de tensão das lentes em armações já montadas.
  • Teste em lentes solares: Teste para verificar se as lentes solares tem alguma aberração ou tensão.
  • Teste UV: Verificação do tratamento UV nas lentes.

Contudo, reforçamos que as ferramentas e equipamentos para ótica possuem o objetivo de potencializar os processos produtivos de venda e pós venda.

Sua ótica precisa estar equipada com ferramentas que facilitam, automatizam e principalmente melhoram o desempenho e obtenção de resultados.

Gostou do conteúdo? Então acompanhe a Optidados no Facebook e em nosso canal no Youtube e fique por dentro de todas as novidades do segmento ótico. 🙂

Carol Melzani

Sou coordenadora da Central de Relacionamento na Optidados. Me formei em Direito pela Faculdade de Jaguaríuna, onde despertei grande interesse em discussões acerca do direito empresarial. Amo aprender e entender com os clientes, os desafios que me cercam, propondo soluções que conciliam a tecnologia com as boas práticas de varejo. Utilizo desse lema como o direcionador dos textos que escrevo para o Blog Optidados.

Postagens publicadas: 51