Conhecer e aplicar certos indicadores é essencial para que você possa controlar e gerenciar o seu negócio com qualidade e efetividade. Neste contexto, os KPI’s (Key Performance Indicators ou Indicadores Chaves de Desempenho) surgem para auxiliar neste processo.

Neste post, separamos 4 indicadores que não podem faltar na sua gestão. Conheça as métricas adotadas por marcas de alta performance (como NuBank e Amazon) e entenda como elas podem ajudar o seu negócio!

gestão financeira para óticas

1. Ticket Médio

O Ticket Médio é uma métrica bastante popular e indispensável para a saúde financeira da sua empresa. Esse indicador apresenta à você quanto é o gasto médio dos seus clientes com os produtos e serviços da sua ótica.

Ele pode ser apresentado como uma média geral, mas você pode fazer a análise considerando: períodos, produtos e/ou até mesmo segmentando por tipos de públicos que a sua ótica atende.

O cálculo é simples.

Basta pegar a respectiva receita acumulada do que se estiver considerando e dividi-la pela quantidade de vendas do mesmo período. Com um software de gestão para óticas, por exemplo, você pode identificar quanto um cliente em específico adquire de produtos e serviços na sua empresa.

Além disso, é interessante ter esse detalhe de informação para implementar ações de pós-venda, como vouchers de desconto para estimular novas e maiores volumes de vendas.

2. CAC

O CAC, ou Custo de Aquisição de Clientes, é um dos indicadores para óticas fundamentais para o crescimento sustentável. Ele mensura quanto a sua empresa investe para conseguir realizar uma venda, obter um novo cliente.

De acordo com Philipe Kotler, um importante professor norte-americano de administração e marketing, o CAC pode custar de 5 a 7 vezes mais do que o custo de retenção dos já ativos.

Por isso, é importante ter bastante atenção à esse KPI. O CAC é também simples de ser calculado. Você deve dividir a soma de investimentos de aquisição pela quantidade de clientes adquiridos. Geralmente, essa métrica é mensurada mensalmente e no acumulado do ano. É interessante definir uma meta de CAC focando na sua redução para otimizar a performance financeira da ótica.

Faça o download gratuito do eBook 'Como abrir e gerenciar uma ótica'

 

3. Lifetime Value

O KPI de Lifetime Value (LTV, ou Valor do Cliente no Tempo de Relacionamento) é uma métrica muito relacionada com o CAC. Ela tem tudo a ver com o pós-venda da sua empresa e é importante para diagnosticar a fidelidade dos clientes com a sua marca.

Quanto maior for o seu LTV, menor é a perda de consumidores e, como regra, os seus investimentos para atrair novos clientes. Se você quer encontrar o valor do LTV da sua ótica, é preciso que o valor do seu ticket médio seja multiplicado pela média de frequência de compra dos seus clientes e pela média do tempo de relacionamento (geralmente, considera-se em anos).

Não deixe de incluir este indicador e busque o aumento do Lifetime Value da sua ótica como uma meta do negócio.

4. NPS

Uma pesquisa feita com 2000 profissionais pela SuperOffice, uma empresa norueguesa, aponta que mais de 45% das empresas devem priorizar a experiência do cliente nos próximos 5 anos. Mas você sabe como é/está a experiência do seu cliente com a sua marca? A métrica de NPS (Net Promoter Score, ou Índice Líquido do Promotor) permite que você identifique a qualidade da experiência do seu cliente.

Por meio de uma pergunta direta sobre o quão disposto o consumidor está em indicar a sua empresa para colegas, amigos e/ou familiares, você mapeia se a experiência foi positiva ou não. O cliente deve responder o seu grau de satisfação em uma escala de 1 a 10, onde avaliações de:

  • 1 a 6 são detratores;
  • 7 e 8 são neutros;
  • 9 e 10 são promotores.

Para encontrar o seu NPS, é necessário subtrair dos promotores a quantidade de detratadores e dividir o resultado pela quantidade de respondentes. Resultados a partir de 75% são considerados na zona de excelência. É importante que você implemente um processo de entrevista com os consumidores detratores para identificar as oportunidades de melhoria, e ainda aplicar técnicas para reverter a má experiência.

Para que você consiga implementar e controlar todos esses indicadores para óticas, uma decisão inteligente é investir em um software de gestão desenvolvido para o seu nicho de mercado. Com o OptiSoul, você vai otimizar a qualidade de informações estratégicas, táticas e operacionais da sua ótica, e ainda automatizar rotinas importantes para facilitar a gestão.

Quer saber mais como a solução da Optidados pode potencializar os resultados da sua ótica? Entre em contato conosco e agende uma apresentação gratuita!

Bianca Boscolo

Sou formada em Administração de Empresas pela UNIP-Campinas, com especialização em Gestão de Pessoas pela FAJ. Me considero uma pessoa cheia de energias e apaixonada por uma boa cerveja artesanal. Descobri o segmento ótico em 2011, onde trabalhei em uma ótica por dois anos até ingressar na Optidados. E é com essa energia e experiência que escrevo com grande atenção para o Blog Optidados.

Postagens publicadas: 46