Uma base com dados sólidos de clientes é fundamental para o crescimento de qualquer negócio. Para contar com uma carteira de consumidores assíduos, porém, é preciso ir além da prospecção, implementando um processo de cadastro de clientes preciso e eficaz.

O cadastro de clientes é componente e conteúdo estratégico indispensável para o desenvolvimento da inteligência do negócio. Por isso, é necessário ter um cuidado especial na forma como esse processo é desenvolvido e mantido.

Neste artigo, você vai descobrir por que é tão importante desenvolver o cadastro de clientes e como fazer isso na sua ótica. Aproveite a leitura!

Por que ter um bom cadastro de clientes?

O cadastro de clientes é uma base de dados que deve conter informações essenciais para o desenvolvimento de ações operacionais, táticas e até estratégicas de um negócio, principalmente aquelas que dizem respeito ao marketing e às vendas.

É a partir dele que os analistas conseguem desenvolver estudos precisos sobre a empresa, identificando quem são suas personas e quais produtos elas estão propensas a consumir, seja pela DOR ou por GANHOS.

Entre as principais vantagens, destacamos:

Melhora no faturamento e receita

Se as suas ações decisórias são tomadas considerando dados, as chances de sucesso aumentam exponencialmente. Afinal, as ações serão fundamentadas em dados estatísticos, correspondendo a expectativas e desejos reais dos clientes e, consequentemente, aumentando as vendas.

A análise de dados também permite desenvolver produtos segmentados e direcioná-los para o mailing da persona adequada, o que também aumenta consideravelmente as taxas de conversão do seu negócio.

Outro ponto que deve ser destacado é o pós-venda. O cadastro de clientes é essencial para garantir um pós-venda de qualidade e para fidelizar os seus clientes com ações de encantamento, estratégia fundamental para que eles continuem comprando com você.

Baixe gratuitamente o infográfico "Etapas de Compra"

Otimização da experiência do cliente

Você sabia que os clientes estão dispostos a pagar por uma boa experiência de compra? Uma pesquisa apresentada pela PwC aponta que os consumidores pagariam até 23% a mais em um produto para serem bem atendidos. Nesse contexto, o cadastro de clientes faz toda a diferença.

Ao montar sua estratégia, tome cuidado para não tornar o processo de cadastro um detrator da empresa. Essa etapa deve ser rápida e prática para o cliente, ao mesmo tempo em que atende às necessidades de informações do seu negócio.

O uso de ferramentas tecnológicas, compatíveis com os diversos meios de comunicação existentes hoje, deve ser o mindset para desenvolver essa solução. Pense sempre na experiência do usuário para otimizar a do cliente.

 

Como deve ser feito o cadastro de clientes?

Embora não haja receita mágica para fazer um bom cadastro de clientes, já que as necessidades dos consumidores variam de acordo com o negócio, é possível listar uma série de ações fundamentais para um tratamento de sucesso.

O primeiro passo é fazer o mapeamento da jornada de compra, identificando os touchpoints (pontos de contato) e as necessidades das suas personas. Essas informações servirão como base na hora de desenvolver um plano de ação eficiente, que abarque as reais expectativas dos clientes e da empresa.

Veja a seguir o que não pode faltar no seu cadastro de clientes:

Solicite informações estratégicas

De nada adianta ter um cadastro de clientes que não gere informações relevantes para o seu negócio.

Como vimos, para que a estratégia seja útil, é preciso identificar as principais necessidades da sua empresa e mapear os processos.

Os dados coletados no cadastro de clientes serão usados em diversas rotinas operacionais do seu negócio, principalmente na fidelização, no marketing e nas vendas.

E-mail e redes sociais não devem faltar no seu formulário de cadastro de clientes. Aproveite também para fazer uma mini-pesquisa para ações futuras, perguntando, por exemplo, quais produtos o consumidor está mais propenso a comprar ou por quais meios ele se mantém informado.

Primeiro sistema mobile de gestão para óticas

Use um sistema de gerenciamento

Fazer o input dos dados, controlá-los e atualizá-los de forma manual é algo trabalhoso e sujeito a erros. As chances de falha humana e do processo não ser consolidado como uma rotina diária é enorme, principalmente se você é um pequeno ou médio empreendedor. Com um sistema de gerenciamento, é possível otimizar esse processo e automatizar alguns fluxos.

Essa ferramenta permite que o seu negócio reduza custos ao mesmo tempo em que potencializa as ações de relacionamento com o cliente. Isso porque um sistema de gerenciamento eficiente disponibiliza relatórios precisos sobre o seu negócio, agregando valor às suas tomadas de decisão. Por fim, você ainda pode disponibilizar o processo de cadastro de clientes on-line.

Se o seu negócio ainda não passou por uma transformação digital, o Sistema de Gestão Ótico, OptiSoul da Optidados, oferece diversas versões de solução desenvolvidas especialmente para a gestão de óticas. Dessa forma, você será capaz de reduzir custos, automatizar processos e otimizar suas rotinas diárias e gerenciais.

Entre em contato conosco e descubra como essa solução inovadora pode contribuir para o crescimento dos resultados da sua empresa!

Carol Melzani

Sou coordenadora de Central de Relacionamento, Implantação e Suporte Técnico na Optidados. Me formei em Direito pela Faculdade de Jaguaríuna, onde despertei grande interesse em discussões acerca do direito empresarial. Amo aprender e entender com os clientes os desafios que me cercam, propondo soluções que conciliam a tecnologia com as boas práticas de varejo. Utilizo desse lema como o direcionador dos textos que escrevo para o Blog Optidados.

Postagens publicadas: 44