A concorrência é cada vez maior e, além disso, os clientes estão mais exigentes em relação à qualidade dos produtos e serviços oferecidos pelas empresas. Sendo assim, é preciso otimizar a gestão interna para poder se concentrar em atividades mais estratégicas.

Imagine como seria se você precisasse perder tempo precioso do seu dia para saber quantos itens vendeu e/ou deixou de vender!

Por isso, é essencial adotar algumas práticas básicas de gestão na sua loja e uma delas é o giro de estoque. Afinal, controlar o que entra e o que sai da sua ótica é fundamental para se organizar internamente e conseguir avaliar a eficiência dos seus processos. Esse equilíbrio assertivo entre as vendas e as reposições dos produtos do seu negócio vão garantir, no fim, melhor desempenho.

Mas você sabe, na prática, como fazer o controle das peças da sua ótica? Continue a leitura deste artigo e saiba como o cálculo do giro de estoque pode ajudar você a gerenciar melhor seus produtos e a entender facilmente a relevância de quando e como eles devem sair do seu estoque. Confira!

O que é giro de estoque?

Giro de estoque é um dos principais instrumentos para medir e avaliar a gestão de inventário de qualquer negócio. Na prática, é um indicador que revela a velocidade em que o estoque foi renovado durante determinado período.

Por mais que a análise anual seja a mais frequente, de acordo com as vendas de uma loja, a métrica deve ser obtida e avaliada em outras periodicidades, bem menores.

De forma resumida, o giro de estoque nada mais é do que um indicador que avalia a circulação das mercadorias de um negócio. A métrica indica, por exemplo, se existe ou não um equilíbrio inteligente entre o que é vendido pela loja e as suas reposições.

O principal objetivo é garantir que o estoque nunca esteja vazio, mas que também não acumule inúmeros produtos com pouco ou baixo giro.

Para o sucesso — especialmente no médio prazo — a gestão é essencial, e isso passa diretamente pelo giro de estoque. Um exemplo prático pode ilustrar melhor:

  • Se o resultado do cálculo for menor do que 1, significa que sobraram produtos não vendidos no estoque.
  • Se for maior do que 1, quer dizer que todos os itens foram renovados pelo menos uma vez no período avaliado.

Portanto, se para o período de um mês seu giro de estoque é igual a 0,33 isso quer dizer que você renovou seu estoque em 1/3 ou 33% durante o mês de exemplo. Como falamos, o mais importante é buscar o equilíbrio planejado e ideal, já que os extremos desse cálculo são igualmente prejudiciais para o desempenho do trabalho de vendas.

Organize o estoque da sua ótica baixando o ebook grátis

Qual é a importância de adotar essa prática?

Para quem administra uma ótica, além de escolher bem os fornecedores, contratar vendedores capacitados e criar um ambiente ideal para vender, outras ações e execuções são necessárias. Saber como montar uma vitrine é um exemplo.

O mesmo vale para quem quer fidelizar mais clientes: como criar uma estratégia com esse propósito perdendo tempo com atividades burocráticas?

O giro de estoque serve justamente para facilitar a sua organização e o controle de tudo o que entra e sai da sua loja. Dessa forma, os erros cometidos nas compras e vendas são consideravelmente reduzidos, evitando estoques parados e, ao mesmo tempo, a falta de produtos não se torna mais um problema. Um olhar atento ao cálculo desse indicador aumenta as suas chances de encontrar o melhor equilíbrio do seu inventário.

No médio prazo, portanto, o giro de estoque é essencial para se evitar que muitos produtos sejam esquecidos nas prateleiras, por exemplo. Além disso, a experiência do consumidor ao entrar na sua loja também é fundamental.

E com uma competição tão intensa, é essencial atender à busca do consumidor, porque deixar de fazer isso pode acabar “matando” o seu negócio.

Como calcular?

Agora que você já sabe o que é o giro de estoque e a importância dele para o sucesso do seu negócio, que tal descobrir como calculá-lo? Preparamos um passo a passo com o que deve ser feito em cada etapa, para uma apuração mais precisa. Confira!

1º passo: defina o grupo a analisar

Você pode, sim, analisar o giro de estoque olhando todo seu estoque. Porém, como existem diversos tipos de produtos (armações de vista, solar, lentes oftálmicas, lentes de contato, entre outros) é mais interessante analisar por grupos, pois dessa forma você entenderá realmente como é o giro de estoque para cada um deles.

Um grupo pode ser também algo ainda mais específico, como para determinada marca de armação. Assim você poderá comparar o giro entre as diversas marcas vendidas em sua loja.

2º passo: obtenha o estoque médio para o grupo

Se você definiu que vai analisar por grupo de armações, procure compreender qual é o estoque médio de armações em sua loja. Para exemplificar, vamos definir que a loja tem um estoque fechado no ultimo dia do mês em 27 armações da marca A.

3º passo: defina um período para análise

O período a analisar influenciará no resultado, pois você deve definir se obterá o giro de estoque mensal outro período. O resultado mudará de acordo com a demanda da sua loja.

4º passo: verifique as saídas naquele período para o grupo escolhido

Dado o grupo escolhido, verifique quantas foram as saídas (vendas) no período definido. Neste nosso exemplo, no período do mês de Janeiro/2019 (31 dias) foram vendidas 9 armações da marca A.

5º passo: descubra o giro de estoque

Divida a saída no mês pelo estoque médio e obtenha o giro de estoque para o grupo definido. Então, 9/27 = 0,33 giros no mês. Colocando este numero em percentual % (0,33 x 100) chegamos a uma renovação do estoque de 33%, o que podemos dizer que são números muito bons, levando em consideração a realidade da maioria das pequenas e médias óticas no país.

Nesses exemplos de cálculos, se o resultado for menor do que 1, teríamos uma indicação de que alguns dos produtos que iniciaram o mês na vitrine, ainda estão lá, e fazer uma analise mais detalhada do tempo que a peça esta no estoque irá ajudar a loja a entender ainda melhor o giro de estoque.

6º passo: descubra o tempo médio em estoque (em dias)

Para isso, basta dividir o número de dias do mês pelo número de giros: 31/0,33 = 94 dias. Isso quer dizer que, em nosso exemplo, o estoque das armações da marca A leva 94 dias, em média, para ser renovado totalmente no que diz respeito a quantidade.

7º passo: compare os diversos grupos em sua loja

Calcule os giros de estoque para diversos grupos em sua ótica. Compare a marca A com a B, e depois com a C, e assim por diante, e compreenda quais são os grupos que mais vendem e que não deixarão seu estoque “parado”, por um tempo maior que o ideal.

Obtendo um alto giro de estoque em sua ótica, o produto não ficará ultrapassado, pois existem perdas relacionadas a risco de extravio ou até superação por lançamentos que chegam ao mercado. Além disso, você otimiza o uso do espaço e os itens que estão em estoque serão aqueles que realmente vendem, reduzindo os erros cometidos nas compras e vendas.

Baixe gratuitamente nossa ferramenta para calcular o giro de estoque da sua ótica

Importante lembrar também que o giro de estoque é apenas um índice que, depois de obtido, exige ações que servirão para melhorar sua gestão de estoque. Calcular o giro de estoque isoladamente não resolve. É preciso analisar os números obtidos, comparar com as metas e os objetivos e, em seguida, estipular ações e estratégias para torná-lo mais eficiente.

Aconselhamos que leia também nosso e-book sobre como aumentar sua rentabilidade por meio da organização do estoque, a fim de aprimorar a gestão e a organização da sua ótica.

Gostou de entender como funciona o giro de estoque? Mantenha-se informado em nosso blog. Basta assinar nossa newsletter para receber conteúdos como este diretamente no seu e-mail!

Murilo Cassiani

Sou Gerente de Produtos na Optidados. Estudei Sistemas de Informação na UNESP e atualmente curso Engenharia Elétrica na UNICAMP. Com uma paixão nata pela informática somada às vivências dentro da Optidados na compreensão do universo ótico, escrevo com a certeza de que poderei ajudar àqueles que vivem de ótica a enfrentar os problemas diários com mais sabedoria.

Postagens publicadas: 6