Ser empreendedor é Desafiador! O Resultado? As Oportunidades.

O gerenciamento inteligente da sua ótica deve considerar ser o negócio sustentável. Uma boa gestão de fornecedores, também assume papel crucial.

Quando pensamos em sustentabilidade corporativa, é comum associar esse conceito somente ao viés do meio ambiente, mas ele vai além: diz respeito aos aspectos econômico e social.

Na esfera financeira-econômica, temos o relacionamento com o cliente, mas antes os custos dos produtos, formação de preços e uma boa gestão de fornecedores.

Neste post, você confere os principais tópicos sobre o tema. Boa leitura!

O que é a gestão de fornecedores?

A gestão de fornecedores é um processo estratégico com foco no relacionamento da sua marca com um dos stakeholders (parte interessada) muito importantes à ótica: o parceiro. Ele impacta diversas frentes do seu negócio, como:

  • custos diretos;
  • qualidade da experiência do cliente;
  • performance financeira;
  • reputação da marca.

Dessa forma, a boa gestão de fornecedores objetiva consolidar um bom relacionamento com seus parceiros estratégicos. A gestão deve almejar parcerias duradouras, em uma relação ganha-ganha, ou seja, em que todas as partes interessadas são beneficiadas com desafios e oportunidades reais de crescimento.

Por que ter cuidado com essa gestão?

De maneira às vezes equivocada, alguns empreendedores acreditam que os fornecedores são os que mais precisam do seu negócio. Pode não ser bem isso. Assim como você busca clientes ideais à sua ótica, o seu fornecedor também faz o mesmo. Na prática, nem tudo é sobre dinheiro. O sucesso de um negócio é o reflexo da forma como que as pessoas são tratadas, independentemente de qual papel elas assumem na cadeia produtiva.

A maneira como a sua ótica pratica a gestão de fornecedores, pode definir a felicidade e o sucesso dela. O relacionamento com os parceiros é uma forma de posicionamento de marca no mercado. Além de refletir diretamente na experiência do seu cliente, caso a sua gestão de parcerias não seja boa, pode custar à sua marca a perda de clientes.

Lembre-se que, hoje, o seu profissional é também seu fornecedor, mas em outro momento, pode ser seu cliente. A boa experiência de parceiros com a sua ótica pode atrair (ou não) mais consumidores e reter/fidelizar os existentes.

É importante destacar que essa lógica também vale para a atração de talentos à sua ótica, por isso, a humanização das relações tal como fornecedores e clientes, deve ser pautada e priorizada na cultura da sua ótica.

Faça o download gratuito do eBook 'Como abrir e gerenciar uma ótica'

Como fazer a gestão de fornecedores?

Para colocar em prática a gestão de fornecedores, você deve considerar aspectos importantes relacionados aos processos do negócio. Todas as suas decisões devem considerar o desenvolvimento sustentável, como acima mencionado. É importante conciliar à humanização, os pilares de inovação tecnológica e de visão de cliente.

A seguir, confira alguns passos para consolidar uma gestão de fornecedores e alcançar uma alta performance.

Faça um planejamento estratégico – PE

Na administração de empresas, o planejamento estratégico é primordial para o sucesso do seu negócio. Equivoca-se quem pensa que o sucesso é mensurado por meio do tanto que a ótica conseguiu seguir do planejamento. Na prática, o cenário do mercado sempre muda, e novos desafios vão surgindo, demandando adaptações (como ocorrido com a pandemia do Covid-19).

É o planejamento estratégico, no entanto, que mostra um norte, um caminho a seguir. Nesse sentido, ele é a base para qualquer tomada de decisão da sua ótica. Após fazer o planejamento, é necessário montar um plano de ação para cada departamento do seu negócio. Use a gestão S&OP (Sales and Operations, ou Vendas e Operações) para potencializar seus resultados.

Conheça o seu nicho de mercado

Conhecer a fundo a sua concorrência e o que está sendo praticado no mercado é uma prática importante na gestão de fornecedores. Você não pode ficar atrás do seu concorrente. Pesquise as tendências do segmento e busque fazer parcerias estratégicas e duradouras, com fornecedores que investem em inovação contínua e em transformação/cultura digital.

Tenha uma Política de Ética e Compliance

A boa gestão de fornecedores é muito sensível e essencial para a sua ótica. É preciso ter formalizada a garantia do que foi acertado, de parte a parte. Faça negócio somente com empresas idôneas e aptas a emitir notas fiscais. Isso é uma garantia de que a sua marca está trabalhando em conformidade com a legislação fiscal e com o exigido contabilmente. Nesse cenário, é primordial ter uma Política de Ética e Compliance.

Invista na capacitação da equipe

Para que a sua Política de Ética e Compliance seja praticada, é fundamental que os seus funcionários a conheçam. Invista na capacitação deles para que saibam quais são as diretrizes e quais comportamentos se espera. Existe um ditado que diz que o óbvio precisa ser dito. Normalmente, esperamos que as pessoas ajam como agimos, mas nem sempre isso acontece e às vezes é por falta de conhecimento mesmo.

Valorize o fornecedor como um parceiro

Um dos pilares da gestão de fornecedores para a alta performance é a humanização do relacionamento B2B (Business to Business). Nesse sentido, o seu time comercial deve atuar sempre com o mindset (pensamento, diretriz) de que o fornecedor é um parceiro do negócio. Coloque em prática a gestão de relacionamento por meio do reconhecimento do valor dessa parceria em sua ótica.

Automatize seus processos

Para garantir as boas práticas de ética e compliance na sua gestão de fornecedores, você pode e deve usar a tecnologia a seu favor. Nesse processo, a cotação de preços é uma necessidade. Hoje, é possível cotar preços em softwares que funcionam como um marketplace. Além disso, você pode usar a automação para realizar ações de marketing com seus parceiros, como o envio de cartões de aniversário para os pontos de contato.

Primeiro sistema mobile para óticas, optiSoul.

Como melhorar a gestão de fornecedores?

Para melhorar a sua gestão de fornecedores, você deve investir no uso de métricas de performance. Considere aquelas relacionadas aos custos envolvidos nas transações e aquelas que identificam a qualidade do relacionamento do fornecedor com a sua marca. Mensure o seu custo de aquisição de fornecedor, quanto tempo cada parceiro permanece fechando negócio com a sua empresa e o ROI (Return over Investiment, ou Retorno sobre o Investimento).

A coleta de dados deve ser feita por meio de softwares de gestão. Hoje, você pode usar, por exemplo, uma ferramenta de CRM (Customer Relationship Management, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente) específica para óticas. Esse recurso permite a integração entre suas vendas e o estoque, além da análise de dados em tempo real, facilitando a sua gestão de fornecedores.

A partir da análise dos indicadores, você tem as informações necessárias para implementar melhorias no seu relacionamento com os parceiros da ótica. Siga as dicas apresentadas neste post. Consolide-as e tenha uma gestão de fornecedores com alta performance.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. Se você gostou do conteúdo, compartilhe-o com seus amigos nas redes sociais!

Ary Bueno

Sou sócio fundador da ASPR (1992) e há anos temos como cliente, a Ótica Elis de Pedreira-SP, a qual conta com o moderno sistema de gestão para óticas, o Optisoul da Optidados. A ASPR tem como Propósito Ser referência em gestão corporativa. Estou Curador da Coalizão Digital SP ABC e Conselheiro do Conselho Consultivo do Projeto Brasil 5.0. Escrevo desde 2013 para o Portal Opticanet.

Postagens publicadas: 1